OBJETIVOS

 

São objetivos das Jornadas Educar para a Morte:

– Apresentar uma pluralidade transdisciplinar de representações sobre a morte enquanto humana condição e debater as problemáticas e os contributos das diversas áreas de abordagem da realidade da morte.

– Entender as mudanças profundas que estão em curso na(s) sociedade(s) atual(ais) relativamente ao tema da morte, bem como a forma como diversas faixas etárias concebem a morte e o tipo de contacto que têm com ela (real e/ou virtual).

– Conferir o anúncio e o tipo de exposição da morte nos media e no ciberespaço, e o impacto específico que essa realidade tem nos seus diversos públicos.

– Debater as preocupações mais significativas do nosso tempo a respeito da morte.

– Compreender os limites de carácter ético e os desafios que se colocam à ação da sociologia, da comunicação, da psicologia, da psiquiatria, da arte e da educação.

– Criar um espaço de reflexão sobre a temática da morte que seja fundamentalmente transformador e terapêutico da perspetiva pessoal sobre ela, e que oriente no sentido de melhores práticas na abordagem das situações de ocorrência de morte.

– Promover um enriquecimento da visão sobre o Homem que leve ao equacionamento da morte de uma forma rica de significado.

– Fomentar estados não patológicos de convivência com a morte, de passagem efetivamente terapêutica pelo processo de luto, de modo a que a morte de alguém próximo possa ser reenquadrada e incorporada de forma sã na própria vida.

– Dotar os agentes educativos e os cuidadores das ferramentas, nomeadamente pedagógicas, para abordar, preparar ou lidar com a morte dos outros, ajudando os que estão sob a sua alçada a conviver com o luto.